}

6 de novembro de 2011

Doce.




Há mais que doçura nesse sentimento. Há mel. Por isso que os ferrões da vida nos fazem tão bem, ele é doce e ao mesmo tempo é dor. Ele não precisa se encaixar em versões, apenas se dissolve a medida do sabor. Uma pequena dose e aquele mundo apagado se transforma em mel, em doce. 




Curta o blog no Facebook:  Página do Epifania